quarta-feira, 19 de junho de 2019

A lagartixinha no box















  A bruxinha abriu a porta do box,
  para um gostoso banho tomar.

  De repente viu algo se mexendo no chão,
  muito agitado e apressado.
  
  Era uma lagartixinha sem rabinho,
  escalando a parede perdida.

  A bruxinha olhou a bonitinha,
  que era muito simpática, e pensou:
  - Onde será que vai esse mini jacaré?

  A amiguinha lagartixa depois de suas aventuras,
  simplesmente sumiu!

  Depois de um tempo as vezes aparecia,
  em outros cantinhos da casa.

  Uma mini viajante que veio passear,
  certamente procurando,
  um insetinho para devorar.



                            Elza Ghetti Zerbatto




  Imagem: www.baixaki.com.br

quarta-feira, 12 de junho de 2019

O primeiro amor da Ursinha Rosinha


















Rosinha é uma ursinha,
muito animada e bonitinha.
Adora pela floresta passear,
e pequenas flores cor-de-rosa apanhar.

Tem também outros amiguinhos bichinhos,
com quem gosta de brincar.

Alegre e distraída,
corre atrás das borboletas entretida,
tentando com suas patinhas as pegar.

Num dia gostoso e ensolarado,
junto com os amiguinhos ursinhos,
estava muito feliz a curtir,
os peixes que  na beira do rio estavam a subir.

De repente ao tentar,
um deles apanhar,
se desequilibrou,
e para dentro do rio escorregou.

Um belo urso vindo de outra floresta,
que estava por ali a viu cair,
e rapidamente na água entrou,
e foi ajudar Rosinha sair.

Rosinha tão surpresa e envergonhada ficou,
pois nunca ia imaginar,
que um urso de outro lugar,
iria aparecer para lhe auxiliar.

Quando olhou para o urso,
tão gentil e educado,
logo se apaixonou.

Ele muito delicado,
suas patas segurou,
e então perguntou:
- Você está bem ursinha?
- Sim, estou.
- Muito obrigado.

-Qual é o seu nome?
- Meu nome é Rosinha. E o seu?
- Sou Eduardo.
- Obrigado Eduardo por ter me ajudado.
Eduardo então sorriu e para a floresta partiu.

Rosinha muito triste ficou,
pois seu amado não mais voltou.

Cada vez que ia as flores apreciar,
sentava entre elas a sonhar,
com olhar distante e perdido,
e de saudades chegava a suspirar,
sonhando que um dia seu Eduardo querido,
pudesse voltar a reencontrar.

Eduardo, seu salvador,
foi seu doce e primeiro amor.


Elza Ghetti Zerbatto



Para todos os apaixonados desejo um feliz dia dos namorados!



imagem:  https://png.pngtree.com

quarta-feira, 5 de junho de 2019

Estrelas encantam (tautograma)

           











              Estrelas encantam
              Expandem emoções
              Expectadores em êxtase
              Entram em energia enobrecida e etérea
              Elevam-se espiritualmente


                  Elza Ghetti Zerbatto




Imagem: https://pixabay.com

quarta-feira, 29 de maio de 2019

O moranguinho tristinho e a borboleta-fada


















Numa plantação de morangos bem vermelhinhos, havia um moranguinho bem tristinho.
Ele era o que mais demorava para crescer e mal se conseguia vê-lo.
Seus amigos dos outros pés no entanto se gabavam, do seus tamanhos e beleza e diziam:
- Vejam como está aquele coitado!
- Muito mirradinho.
Isso fazia com que ele ficasse, cada vez mais desanimado e também envergonhado.
Os únicos que acreditavam que ele ficaria belo, eram as flores vermelhas e brancas, que cresciam perto dos outros pés de morango.
Certo dia o infeliz moranguinho chorou, chorou tanto, que uma linda borboleta vermelha, com pintas verdes e toques de dourado veio ver o que acontecera.
- Por que choras amiguinho? indaga ela.
- Sou o moranguinho mais feio dessa plantação.
- Olha só o meu tamanho, não vou crescer mais não.
A borboleta gentil e carinhosamente disse:
- Amiguinho você é lindo como é, e logo crescerá. Precisa ter paciência, pois seu tempo chegará.
- Você acha mesmo amiga borboleta?
A borboleta nada disse, mas esfregou suas anteninhas e delas saíram um pozinho mágico dourado, e jogou no moranguinho.
O moranguinho ficou boquiaberto olhando e nada entendeu.
- Calma meu querido, seu pedido foi atendido.
- Obrigada amiga borboleta linda.
- Não precisa me agradecer.
- Minha alegria é ver você feliz e vê-lo crescer bem.
O tempo passou a borboleta foi embora, e o moranguinho cresceu e se tornou um lindo fruto vermelho e dourado.
Agora os outros morangos não riam mais dele, e o melhor é que ele se tornou um morango encantado.
Onde ele espirrava o pozinho dourado, quem estivesse com ele também ficaria igual e se transformaria num ser encantado.
A borboleta dourada voltou para revê-lo e para sua surpresa, encontrou outros morangos dourados.
- Borboleta!
- Bom te ver amado!
- Veja como estou grande e belo!
- Sim e esse é o segredo.Você dividiu sua beleza com os outros, fez amigos e se fortaleceu, e agora pode fazer parte do meu reino.
- Que reino?
- O reino das fadas!
- Fadas?
- Sim, eu me disfarcei de borboleta dourada, mas sou uma fada!
- Nossa!
- Que honra fazer parte desse reino!
- Nós fadas não gostamos de tristeza, então quando vemos alguém nesse estado, fazemos de tudo para deixar o ser feliz.
- Eu quero conhecer seu reino!
- Vamos então!
E a borboleta-fada sacudiu as anteninhas, esparramando seu pozinho mágico, abriu um portal no espaço e levou o morango para visitar e fazer parte de seu lar.


Elza Ghetti Zerbatto




Imagem: www.baixaki.com.br

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Tribos encontradas em ônibus










Tem gente que detesta andar de ônibus.
Eu particularmente acho até divertido.
Você encontra várias tribos misturadas e ao observar como é o comportamento delas até aprende com as mesmas.
Sempre tem um celular tocando, alguma mulher cheia de sacolas, um dorminhoco encostado no vidro e quase babando, os estudantes barulhentos, os que ficam ouvindo os MP da vida,Mp 3,5,7,15, etc. e esquecem que tem gente do lado.Batem os pés no ritmo, balançando a cabeça, como se estivessem numa banda ou casa de shows ou estádio.
Outro dia peguei o "busão" das 19 horas e até que pelo horário, nem estava tão lotado.Nesse horário aqui em Sampa, de sexta-feira é pura aventura por si só.
Eu de pé, e do meu lado direito um rapaz baixo com sua mala, tentando alcançar a barra para segurar, como não conseguiu, grudou a mão na alça preta.Percebi sua dificuldade e não pude conter o riso, pois nessa hora ter mais de 1,65 é necessário mesmo!!!!!
Bem, ele levou na esportiva e riu da situação.
Num curto trajeto, aparece uma jovem loira de uns 23 anos, de short azul desfiado, e com uma bolsa gigante, balançando e falando alto no celular como se estivesse na sala de sua casa.
Claro que ela não podia faltar!
A jovem loira era poderosa e perigosa.
Ao lado esquerdo dela, uma mulher tentando ler um livro, sem ser atingida pela bolsa da loira!!!!!!!!
Que objeto de poder! Correndo para lá e para cá, e aí de quem estivesse perto!
Realmente, uma verdadeira arma feminina, literalmente falando, atingindo tudo e todos ao redor.
- Eu não gostei do que ele me falou... dizia a jovem loira.
- Falei mesmo, e quer saber, não tô nem aí para ele, retruca.
Continuando a aventura, entra um rapaz moreno de cabeça baixa, esbravejando com alguém, e passa como um trator pela catraca e falava onde?
- Adivinha?
Sim, nele o objeto mais desejado e usado no planeta:o celular e move-se como um furacão.
Todos que estavam no coletivo olharam para o estressado que ia atrás com uma cara de: " o que está acontecendo?"
Para completar o festival de mal humor e confusões, o ônibus estaciona e no ponto, um casal de namorados, discutindo em voz alta, trocando "elogios", e esquecendo que haviam mais pessoas por perto.
O rapaz baixinho, olhou para mim e sorrindo disse:
- Nunca vi briga de casal em ponto de ônibus.
- Nem eu também.Isso é o que acontece quando a gente anda de busão.Ô coisa de pobre!
Caímos na gargalhada e nos despedimos diante das situações, que podiam ter sido mais imprevisíveis, porém nada na vida deve ser levado tão a sério, e finalizo com a frase que alguém sabiamente inventou:
- Rir é o melhor remédio!

Elza Ghetti Zerbatto




Imagem: http://www.1zoom.me/pt

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Sintonize-se com quem e o que te faz bem














É bastante comum a todos nós que estamos na nossa condição humana, procurarmos a felicidade fora de nós.
 Passa-se a vida buscando-a na conquista de bens materiais, ou em valores que acreditamos sejam importantes a maior parte do tempo.
 Alguns querem sucesso, muito dinheiro, poder, influência e quando isso não vem, é só a ponta do iceberg que está se mostrando diante dos problemas que se descortinarão á frente.
 O tempo passa, as situações também, mas o vazio interno continua, e a busca de preenchimento por algo que ainda não se sabe o que é, porém pensa-se ser a felicidade, continua.
 E a pergunta que não quer calar é: o que faz com que você sinta-se feliz ou completo internamente?
 Uns dirão, a família, o amor, os amigos, os estudos, o trabalho, divertir-se, ajudar ao próximo, tentar melhorar nem que seja de forma muito diminuta, um tiquinho do mundo que está ao nosso redor.
 Todas estas respostas estão corretas e coerentes entretanto, mesmo assim ainda podem existir lacunas internas, e algo está faltando.
 Bingo!
 E como encontrar então se todas estradas já foram percorridas?
 Cada pessoa tem sua bagagem mental, emocional, ou mesmo espiritual que traz consigo, e vai desenvolvendo ao longo da vida.
 Cada um terá a resposta de suas perguntas se buscar, e se estiver aberto de coração e mente, para ouvir e compreender os sinais que podem estar próximos ou dentro de ti.
 Acredito que ao encontrarmos e sintonizarmos com o que nos dá alegria, sensação de amor e plenitude, estamos mais perto das respostas de nossas perguntas.
 Quando nos sintonizamos com o que e com quem nos faz bem, expandimos nossa luz e nosso ser, pois nossa energia muda, aumenta e fica visível para qualquer pessoa.
 Muitas vezes em nosso dia-a-dia somos forçados a viver com pessoas pesadas, nervosas, tensas, e isso não precisa ser necessariamente em nosso trabalho, e acabamos "pegando" essas energias para nós inconscientemente.
 Acredito que o único modo de nos protegermos, e aí cada um escolherá o que se sente melhor, é selecionar o que e quem queremos ao nosso lado e nos sintonizarmos sempre com as forças da luz, que se manifestam de diferentes maneiras, seja através da natureza, orações, mantras, invocações, músicas elevadas, leituras, mensagens, livros entre tantas infinidades de variantes.
 O mais importante de tudo é você sentir-se bem, equilibrado e essa conexão ninguém poderá tirar de ti, a não ser que você se perca dentro de si mesmo.


Elza Ghetti Zerbatto


imagem: www.baixaki.com.br

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Jito, o caramujo sonhador













Jito é um simpático e alegre caramujo, que vive nos jardins de Caracolandia.
Sua rotina diária é apanhar flores, frutas e folhas para levar á sua família.
Seu maior sonho é arranjar uma linda namorada, com quem possa passear calmamente, olhar as estrelas e curtir as noites enluaradas.
Quando termina suas atividades, vai descansar próximo á uma mangueira, onde há uma grande pedra, e fica observando o céu e suspirando profundamente, e deliciando-se com a luz prata da lua.
Em sua mente sonhadora tudo é muito claro.
A amada é alegre, divertida e inteligente.
Os dois escalam as flores, árvores frutíferas e vão até a grande pedra para namorar.
Romântico, Jito tira flores do jardim, e oferta á sua amada que sorri com sua delicadeza.
E assim passam-se os dias e Jito continua a sonhar.
Quem sabe logo em breve ele encontrará sua amada?

Elza Ghetti Zerbatto



Imagem: www.baixaki.com.br